Construção de Galpões de Alvenaria em Joinville

Abaixo você saberá como é feita a construção de galpões de alvenaria, bem como a diminuição dos riscos e o modo ideal de cortes para instalação elétrica e hidráulica. Nós atuamos em Joinville e região, mas esse artigo se abrange o mercado da construção civil em nível nacional. Começamos o texto explicando o motivo da escolha deste material para os galpões. 

A recomendação da alvenaria para a construção de galpões.

A alvenaria é recomendada para construir quaisquer tipos de edifícios, sejam residenciais, comerciais ou industriais. É adequada especialmente quando há esforço de compressão.

A maior vantagem de se construir com alvenaria, principalmente utilizando blocos de concreto, é a sustentabilidade, já que não há resíduos. Se quebrarem alguns blocos, eles podem ser utilizados para compactar o piso. Na alvenaria, nada é perdido.

Construção de galpões com blocos de concreto

Podem-se construir partes estruturais de galpões com blocos de concreto, desde que eles sejam do tipo específico para isso. São indicados para fechar toda a estrutura, mesmo sem vigas ou pilares de sustentação.

Porém, se você deseja fechar apenas um vão, a sugestão é usar blocos de vedação, e não de concreto. Neste caso, pode-se optar por material menos resistente.

A construção ideal

Para construir galpões de maneira ideal e segura, é necessário seguir algumas recomendações:

  • Os blocos trincados, quebrados ou sujos devem ser descartados.
  • Deve-se usar argamassa dosada pelo engenheiro responsável ou pelo mestre de obras.
  • Todas as juntas entre os blocos de concreto devem ser preenchidas com argamassa.
  • Como na construção de galpões de alvenaria as paredes não receberão reboco grosso, é fundamental assegurar-se que o prumo e o alinhamento estejam corretos. Se for necessário corrigir, faça no momento do assentamento. Após, deverá ser retirado o bloco e a argamassa, sendo reassentado com argamassa nova.
  • Cuidado para não deixar cair argamassa nos buracos dos blocos.
  • Não reutilize a argamassa que cair no chão.
  • Garanta juntas de um centímetro.
  • Antes de assentar o bloco, não o molhe.
  • Use a argamassa preparada em até duas horas e meia. Passado este prazo, a quantidade que sobrou deverá ser descartada. Misture a argamassa sempre na betoneira.
  • Não acrescente cimento ou areia à argamassa. O único produto que poderá ser misturado a ela é água.

Instalações elétricas e hidráulicas na construção de galpões

Durante a construção de galpões, se as paredes forem estruturais, é recomendável cortar os blocos na vertical. O ideal é interromper a parede e concentrar as prumadas nos espaços vazios dentro dos blocos de concreto.

Contudo, nas paredes de vedação o corte pode ocorrer tanto na vertical quanto na horizontal. Para que não fiquem fragilizadas, colocando em risco a segurança, os cortes devem ser definidos de forma racional.
Precisando construir galpões em Joinville e região? Chame a ABM!

 

 

Benefícios do Paver para Pavimentação

Paver são peças pré-moldadas feitas de concreto que são destinadas à pavimentação intertravada, que é muito utilizada nos países de primeiro mundo. Seu uso é muito comum em praças, parques públicos, avenidas, pátios de indústrias e estacionamentos.

Existem diversos benefícios na aplicação do pavimento intertravado utilizando Paver de concreto tanto para o trânsito de pessoas como o de veículos pesados, como caminhões de vários eixos. Veja a seguir os principais benefícios do Paver:

  • Conforto térmico: perfeita sintonia com o meio-ambiente, tornando-se até mesmo uma medida de sustentabilidade.
  • Utilização imediata: o local não precisa ficar muito tempo interditado, após a aplicação o tráfego já pode ser liberado, evitando muitos transtornos.
  • Facilidade na manutenção: as peças podem ser reutilizadas ou removidas sem problemas.
  • Segurança: é um material antiderrapante, contribuindo para diminuir os acidentes nas vias em época de chuva.
  • Versatilidade: existem diversos modelos, cores e muitas combinações.
  • Durabilidade: possui alta durabilidade, não fazendo distinção em climas diversos ou agentes agressivos.
  • Norma técnica: NBR 9780 e NBR 9781

Como falamos anteriormente a origem do Paver é estrangeira, ele vem principalmente de países de primeiro mundo, onde o transporte é de qualidade e precisa ter ruas e estradas em perfeitas condições. No Brasil, o Paver chegou com grande intensidade graças aos benefícios que a sua utilização proporciona.

O Paver atende às necessidades de boa parte dos transeuntes, já que ele possibilita corrigir problemas de níveis entre um passeio e outro com muita eficiência. Ele também é antiderrapante e ainda possui linhas especiais que auxiliam na locomoção de pessoas que são portadoras de deficiência visual.  Assim, essas pessoas poderão sair sozinhos, pois terão todas as orientações necessária na sola do pé e não precisarão temer escorregões.

Como nem tudo é perfeito, para que o Paver possa atender a todas as vantagens citadas, existe uma série de critérios que precisam ser adotados antes da sua instalação. Começando pelo local onde o Paver será adquirido, não se esqueça que a qualidade precisa ser levada em consideração. Outra questão é observar se o fabricante segue todas as normas técnicas brasileiras e se ele preza pela qualidade dos produtos que produz.

Após ter certeza de que o fabricante do Paver é confiável, partimos para a próxima etapa que é a verificação das condições do solo que deverá ser assentado com o Paver. É recomendado que todo o projeto de pavimentação em obras que sejam de grande porte, como obras públicas em avenidas e estradas, tenha um engenheiro responsável pela avaliação das condições de solo através do processo de sondagem. Feito isso, será possível determinar em projeto se será necessário um esforço extra com reforço na sub-base, o que é de suma importância para a resistência do Paver e também para a resistência da sua base.

Ressaltamos que, em 2011, foi publicada a norma NBR 15953 (Pavimento intertravado com peças de concreto – execução) que informa todos os requisitos obrigatórios e necessários para a execução do pavimento. É essencial que ocorra a contratação de uma empresa especializada no assunto e que atenda a todos os requisitos citados na norma sinalizada acima.

É importante verificar todas as obras realizadas pela empresa em questão, a fim de certificar- se se todas as normas foram concluídas com sucesso. Se possível faça uma visita em alguma obra já concluída para ter certeza do tipo de serviço que ela presta, certificando se é o tipo de serviço que você pretende contratar. Essa é uma medida muito simples que normalmente é ignorada pela maioria, porém muito importante, pois ali você já elimina empresas que não seguem o padrão que deseja.